[google4ef896410eb5a6b5.html] [google4ef896410eb5a6b5.html] Proteja-se contra a dengue

PORTO ALEGRE / RS

Rua Silva Jardim, 408

Mont Serrat

Porto Alegre - RS

90450-070

 

+55 51 3061 4004

CAMPINAS / SP

Av. Sen. Antônio Lacerda Franco, 735
Jardim do Lago
Campinas – SP
13050-030

 

+55 19 3045 8500

  • Imunosul Vacinas Humanas
  • Imunosul Vacinas Humanas

Proteja-se contra a dengue

March 3, 2019

A dengue é uma doença infecciosa de grande impacto na saúde coletiva. A doença é registrada na maioria dos países das regiões tropicais e subtropicais.


O vírus dengue possui quatro sorotipos: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4, e todos podem causar tanto a forma clássica da doença quanto formas mais graves.


Sintomas


A dengue apresenta um período de incubação que pode durar de quatro a dez dias - sendo em média de cinco a seis dias. A infecção pode ser assintomática ou causar um amplo espectro de quadros clínicos, desde formas pouco sintomáticas até quadros graves, com ou sem hemorragia.


Normalmente, o primeiro sintoma é a febre alta, com temperatura entre 39° e 40°C, de início repentino - durando de dois a sete dias - podendo ser acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e prurido cutâneo. Além desses sintomas, também é comum que pessoas infectadas apresentem perda de peso, náuseas e vômitos.


Geralmente, entre o terceiro e o sétimo dia da doença, ocorre uma diminuição ou desaparecimento da febre e alguns casos evoluem para a recuperação. Porém, outros casos podem apresentar sinais de alarme, evoluindo para as formas graves da doença. Os principais sintomas são: dor abdominal intensa e contínua, vômito persistente, sangramento de mucosas - nariz e gengivas - , hipotensão, letargia, sonolência ou irritabilidade e tontura.


Na presença destes sinais, procurar atendimento médico é extremamente importante.


Transmissão


Quando uma fêmea do mosquito Aedes aegypti pica uma pessoa infectada, o vírus da dengue que circula no sangue é ingerido, infecta o mosquito e pode ser transmitido para outras pessoas que forem picadas. O mosquito contaminado é capaz de disseminar a doença durante todo seu ciclo de vida (cerca de seis a oito semanas).


Casos de transmissão vertical (da gestante para o feto) e por transfusão sanguínea já foram registrados.


Prevenção


Uma das melhores formas de se prevenir contra o mosquito da dengue é eliminando água armazenada como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas. A água parada pode se tornar possível criadouro para o Aedes aegypti.


É interessante usar roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia - quando os mosquitos são mais ativos - proporcionando alguma proteção às picadas. O uso de repelentes e inseticidas também é bem importante. Além disso, mosquiteiros oferecem uma boa proteção para aqueles que dormem durante o dia, como por exemplo bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos.


Fontes:


1. Sbim. Consultado em 13 de Fevereiro de 2019. Disponível em https://familia.sbim.org.br/doencas/127-dengue
2. Ministério da Saúde. Consultado em 28 de Fevereiro de 2019. Disponível em
http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/dengue

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

A Revolta da Vacina

February 7, 2020

1/3
Please reload

Posts Recentes

February 7, 2020

Please reload

Arquivo