[google4ef896410eb5a6b5.html] [google4ef896410eb5a6b5.html] Conheça os sintomas da gripe (influenza)

PORTO ALEGRE / RS

Rua Silva Jardim, 408

Mont Serrat

Porto Alegre - RS

90450-070

 

+55 51 3061 4004

CAMPINAS / SP

Av. Sen. Antônio Lacerda Franco, 735
Jardim do Lago
Campinas – SP
13050-030

 

+55 19 3045 8500

  • Imunosul Vacinas Humanas
  • Imunosul Vacinas Humanas

Conheça os sintomas da gripe (influenza)

March 19, 2019

A gripe inicia-se com febre, geralmente acima de 38°C - principal sintoma da doença, com duração em torno de 3 dias -, seguida de dor muscular e de garganta, prostração, cefaleia e tosse seca. É importante lembrar que os sintomas sistêmicos são muito intensos nos primeiros dias da doença.


Com sua progressão, os sintomas respiratórios tornam-se mais evidentes e mantêm-se em geral por 3 a 4 dias, após o desaparecimento da febre. Em adultos sadios, o quadro clínico pode variar de intensidade. Em crianças, a temperatura corporal pode atingir níveis mais altos, sendo comum identificar o aumento dos linfonodos cervicais. Além disso, os sintomas também podem fazer parte dos quadros de bronquite ou bronquiolite, além de problemas gastrointestinais. Já os idosos quase sempre se apresentam febris, às vezes, sem outros sintomas, mas em geral, a temperatura não atinge níveis tão altos.


Outros sinais e sintomas que podem aparecer repentinamente são:


● Calafrios;
● Mal-estar;
● Cefaleia;
● Mialgia;
● Dor de garganta;
● Dor nas juntas;
● Prostração;
● Secreção nasal excessiva;
● Tosse seca;


Podem ainda estar relacionados à gripe os seguintes sinais:


● Diarreia;
● Vômito;
● Fadiga;
● Rouquidão;
● Olhos avermelhados e lacrimejantes;


Situações de Risco


As situações de risco incluem:


● Doença pulmonar crônica, tais como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica –
DPOC;
● Cardiopatias (insuficiência cardíaca crônica);
● Doença metabólica crônica (diabetes, por exemplo);
● Imunodeficiência ou imunodepressão;
● Gravidez;
● Doença crônica renal;
● Hemoglobinopatias;


Em idosos e indivíduos vulneráveis, as complicações mais frequentes são as pneumonias bacterianas secundárias. Uma complicação incomum, porém muito grave, é a pneumonia viral primária pelo vírus da influenza. Nos imunocomprometidos, o quadro clínico é geralmente mais arrastado e, muitas vezes, mais grave.


É importante lembrar que gestantes com quadro de influenza, no segundo ou terceiro trimestre da gravidez, estão mais propensas à internação hospitalar e devem receber uma atenção especial.


Fonte:


1. Ministério da Saúde. Consultado em 06 de Março de 2019. Disponível em http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/gripe

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

O sucesso da campanha de vacinação da sua empresa depende diretamente do engajamento dos colaboradores.

March 16, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo